Prouni: adesão à lista de espera até sexta

O Ministério da Educação abriu na quarta-feira (22) o período de manifestação de interesse em vagas remanescentes do Programa Universidade para Todos (Prouni). Podem participar os candidatos inscritos  nesta edição do Prouni que não foram convocados nas outras chamadas, ou foram convocados para cursos sem formação de turma.

A manifestação deve ser feita no site do programa até a sexta-feira (24). Para se inscrever e constar da lista de espera do Prouni é necessário informar o CPF e o número de inscrição e senha do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011.

A lista será usada pelas instituições participantes do programa para o preenchimento das vagas com bolsas para estudantes de escola pública eventualmente ainda não ocupadas.

Após a formação da lista, serão feitas duas convocações. A primeira, em 27 de fevereiro, com prazo para comprovação de documentos e matrícula de 28 do mesmo mês até 2 de março. A segunda, em 9 de março, com prazo de 12 a 15 de março.

Recorde de inscritos
O Prouni tem um total de 1.208.398 candidatos participantes. O número de inscritos é recorde na história do programa, criado pelo governo federal em 2004. No ano passado foram inscritos 1.048.631 candidatos.

Cada estudante teve o direito de fazer duas opções de cursos. Dessa forma, o número de inscrições chegou a 2.323.546.

Os estados com maior número de inscrições foram São Paulo, com 211.431; Minas Gerais, 151.437; Bahia, 92.983; Rio Grande do Sul, 82.046, e Rio de Janeiro, 73.534.

A oferta para este primeiro semestre é de 195.030 bolsas. sendo 98.728 integrais e 96.302 parciais, de 50% da mensalidade, em 1.321 instituições de ensino superior particulares, entre universidades, centros universitários e faculdades.

A oferta de bolsas de estudos em instituições privadas de ensino superior já foi divulgada no site do programa. O Ministério da Educação disponibiliza na página do Prouni o sistema de pesquisa por curso e por município das ofertas de bolsas de estudo de instituições privadas de ensino superior (universidades e centros universitários) participantes do programa.

Critérios
Podem se candidatar às bolsas integrais estudantes com renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 933, a partir de 1º de janeiro). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866, em janeiro) por pessoa. Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Professores da rede pública de ensino básico que concorrem a bolsas em cursos de licenciatura, curso normal superior ou de pedagogia não precisam cumprir o critério de renda, desde que estejam em efetivo exercício e integrem o quadro permanente da escola na qual atuam.

Criado em 2004, o Prouni já concedeu 919 mil bolsas de estudos em cursos de graduação e sequenciais de formação específica.

FONTE: G1

2 mensagens

  1. Quem foi convocado na primeira chamada mas não fez matricula, pode se inscrever na lista de espera?

  2. Ismayla, o mec informa que a participação da lista de espera deve ser feita por candidatos que não foram convocados em outras chamadas. Mas não deixa claro se para quem não fez matrícula deve seguir a regra. O ideal é ligar para o número 0800 disponível para tirar dúvidas. Boa Sorte.

Deixe uma mensagem



* Campo obrigatório