Como usar – bem – a tecnologia

“A palavra-chave é dosar”, afirma o psicólogo Cristiano Nabuco. Controlar sua relação com a internet e os gadgets é a melhor forma de não acabar controlado por eles.

1 – Desconecte-se

Com a proliferação de aparelhos conectados à internet, é fácil ficar o tempo todo plugado. Faça um esforço para se desligar, sobretudo se estiver se sentindo dependente. “A palavra-chave é dosar”, afirma o psicólogo Cristiano Nabuco.

2 – Evite fazer várias tarefas ao mesmo tempo

Os aparelhos são multitarefa, mas nosso cérebro tem dificuldade para dividir a atenção entre atividades diferentes. Isso se reflete num gasto de tempo de 10% a 30% maior quando tentamos dar conta de duas coisas simultaneamente. Evite alternar entre as atividades e configure seu computador para ajudar a manter o foco. Desligue os alertas de e-mail e de redes sociais e evite abrir muitas janelas e programas. Não deixe que a máquina diga o que você deve fazer e quando. Deve partir de você a decisão de checar ou não seus e-mails. Disciplina, claro, é essencial.

3- Treine a concentração

Longe do computador, exercite sua capacidade de concentração. Ela parece ser a primeira vitima do uso diário de equipamentos multitarefa. Ler sem pressa é uma excelente maneira de exercer a atenção, mas existem outras formas: desenhar, meditar, calcular, fazer coisas com as mãos. O essencial é manter seu cérebro alerta para outras formas e outros ritmos de operação.

4 – Desenvolva sua cultura digital

Desconhecer os rudimentos da tecnologia pode criar problemas diários no uso dos computadores, além de torná·lo um usuário passivo da internet. Tente aprender mais
sobre seus programas e sites favoritos. Descubra outros. Com cultura digital, o usuário passa a controlar melhor a tecnologia.

FONTE: Revista Época

Deixe uma mensagem



* Campo obrigatório